A Cidade e as Serras – Eça de Queirós

imagesComo amo esse livro. Sei que muitos não compartilham dessa opinião, porém afirmo com convicção, “é magnífico”. o contraste da cidade e o campo, o encontro do amor, personagens e suas características fortes e envolventes, a amizade…

Na virada do século 19 para o 20, Eça de Queirós julgava que o homem só era feliz longe da civilização. Obra realista, foi publicada um ano depois de sua morte em 1901. A cidade e as serras marca a reconciliação do escritor com a sociedade portuguesa.

Como o próprio nome da obra revela (a cidade se opõe ao campo), pretende criticar o progresso técnico. Por isso, a temática mais forte da obra é contra a ociosidade dos que têm dinheiro na cidade, e sua vida burguesa, ou seja, o acúmulo irrefletido de dinheiro.
                                                                                                          

Dizem os críticos que neste romance Eça aproveita para fazer seus personagens “olharem” as imagens que ele mesmo via quando criança. É um bucolismo romântico que volta e contamina seu romance. Na verdade, porém, quem conta a história e as aventuras por que passa o personagem principal Jacinto Galião, é um amigo seu, José Fernandes, que também está na história, mas sente-se menos ilustre que Jacinto, herdeiro rico e personagem central de crítica de Eça de Queirós à riqueza.

O romance A Cidade e as Serras é especular, isto é, funciona como um espelho: de um lado, a vida na cidade, de outro, a vida na serra. A cidade em questão é Paris, que funciona como metonímia da civilização. A residência de Jacinto, o “202”, reúne tecnologia e erudição, que são os dois pilares da “Suma Ciência”. O trabalho do narrador é demonstrar que ambos são falhos: a tecnologia funciona precariamente e a erudição é tratada como modismo e como instrumento de inatividade, de recusa à ação.

O que dizer de Jacinto ou Zé Fernandes senão um Obrigado!Obrigado por enriquecer a literatura. Obrigado por trazer a magia e o discernimento em minhas leituras! Obrigado por me trazer para esse universo e me ensinar o prazer de ler!!!

Anúncios

2 comentários sobre “A Cidade e as Serras – Eça de Queirós

  1. Val disse:

    Eu tenho um pouco de “medo” do Eça de Queiros. Nunca li nada inteiro dele. Adorei você ter demonstrado seu carinho por esse livro e comentado um pouco da beleza dele, assim me animo para voltar a ler algo!
    Bjs!!

    Curtido por 1 pessoa

    • cleidepenteado disse:

      Isso Val, acho que muitas vezes por sermos “obrigada” a ler na escola por causa de vestibular ou prova, colocamos uma barreira em determinadas leituras. Também a linguagem da época, a análise descritiva de lugares contribui para esse pensamento. Quando lemos com outros olhos, passamos a notar outras qualidades e o brilhantismo da obra! Obrigada pela opinião!!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s