MAYOMBE – PEPETELA

images (3).jpgBem pessoal, chegamos ao nosso último livro da lista da Fuvest 2017, hoje iremos abordar o livro de Mayombe, um romance angolano do escritor Pepetela. Vamos conhecê-lo?

O estudo da literatura africana de expressão portuguesa já estava presente nas universidades brasileiras desde o começo da década de 1980.

A inclusão do romance “Mayombe”, do escritor Pepetela, tem, portanto, o mérito de difundir essa literatura, indiscutivelmente rica, também no ensino médio do país. Ao mesmo tempo, indica a continuidade dos esforços de aproximação do Brasil com a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, por meio da cultura. É uma iniciativa louvável e significativa.

Por outro lado, pode-se supor que a grande maioria dos vestibulandos talvez nunca tenha ouvido falar em “Mayombe”, nem em seu autor, de modo que vale a pena apresentá-lo em linhas gerais.

Sobre o Autor

download (1) Pepetela é o pseudônimo do angolano Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos, nascido em 29 de outubro de 1941, na cidade de Benguela, no litoral do país. Na década de 1960, começou a cursar engenharia, mudou para letras, mas acabou se decidindo pela política e passou a integrar o MPLA – Movimento Popular para a Libertação de Angola, um dos vários movimentos que lutavam pela independência do país, então uma colônia de Portugal.

É o mais jovem escritor a receber o Prêmio Camões, condecoração máxima da literatura de língua portuguesa. Famoso pela militância política, o sociólogo, escritor e professor também foi guerrilheiro e vice-ministro da Educação em 1975, ano da Independência do país. Sua obra, central para a compreensão da literatura em língua portuguesa produzida fora do Brasil, constitui uma profunda análise do país a partir da temática da formação da nação, e inclui livros como Mayombe (1980), A geração da utopia (1992) e Parábola do cágado velho (1997). Seus livros mais recentes são Predadores (2005) e O quase fim do mundo (2008).

A obra ( Baseado em sites como Vestibular Uol e Portal da Literatura)

O livro possui 5 capítulos divididos em 1 – “A missão”, 2 – “A base”, 3 – “Ondina”, 4 – ” A surucucu” e o 5 – “A amoreira”.

Publicado originalmente em 1980, ‘Mayombe’ foi escrito durante a participação de Pepetela na guerra de libertação de Angola, e retrata o cotidiano dos guerrilheiros do MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola) em luta contra as tropas portuguesas. O romance se propõe a abordar não somente as ações, mas os sentimentos e reflexões daquele grupo, as contradições e conflitos que permeavam sua organização e as relações estabelecidas entre pessoas que buscavam construir uma nova Angola livre da colonização.

Análise

Ana Mafalda Leite, professora de literatura africana em português da Universidade de Lisboa, considera “Mayombe” uma obra ao mesmo tempo crítica e heroica, que destaca a diversidade étnica angolana e ilustra as divisões tribais presentes naquele país e o levariam à guerra civil. Para a professora Leite, o romance é ainda o relato do conflito que define a fundação da pátria. Mas é interessante acrescentar a esse respeito a própria opinião do autor, para quem o texto seria uma simples reportagem sobre a guerra, mas como o texto acabasse lhe parecendo muito frio, ele foi escrevendo mais e mais, até transformá-lo num romance.

Mayombe, que dá título, ao romance que os candidatos ao vestibular da Fuvest devem ler a partir de agora, é o nome de uma região montanhosa da África, que se estende por vários países, entre os quais Angola, na província de Cabinda. E “Pepetela” significa cílios ou pestana, em uma das línguas africanas de Angola, sendo uma referência a um dos sobrenomes do autor.

Anúncios

5 comentários sobre “MAYOMBE – PEPETELA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s