Gabriel García Márquez

Bom dia pessoal, chegamos ao final dos 10 melhores livros de todos os tempos. Encerramos essa maratona com GABRIEL GARCIA MÁRQUEZ, escritor e autor do livro que marcou época “ Cem anos de solidão”. Conhecê –lo um pouco é fundamental para compreendermos o grande caminho por ele percorrido….

Gabriel García Márquez, nasceu em Aracataca, no departamento de Magdalena, na Colômbia, no dia 6 de março de 1927. Seus pais, Eligio García e Luiza Santiaga Márquez Iguaran, tiveram onze filhos, e para sustentar a família mantinham uma pequena farmácia especializada em Homeopatia. Gabriel foi criado com os avós, em Aracataca, enquanto a família vivia na cidade de Barranquilla. Estudou no Liceu Nacional de Zipaquirá em Barranquilla.

Sem título.pnghttps://www.youtube.com/watch?v=i1CGnsbJLv0

Por ter passado a  infância na casa de seus avós maternos, fundamentais para o futuro escritor, que se inspiraria nestas figuras – o avô, Nicolás Márquez, veterano da Guerra dos Mil Dias, travada entre liberais e conservadores colombianos; a avó, Tranquilina Iguarán – para criar seus personagens, principalmente os que povoam as páginas de seu clássico Cem Anos de Solidão. Aos oito anos ele perde o avô, em 1936. Sua famíla então parte de Aracataca, por motivos econômicos, e Gabriel conclui seus primeiros estudos na cidade de Barranquilla e depois no Liceu Nacional de Zipaquirá.

Continuar lendo

Anúncios

MARCEL PROUST

Bom dia!! Hoje chegamos ao número 9 da lista dos 10 melhores, apresento-lhes MARCEL PROUST. Vamos conhecer tudo sobre sua vida, carreira, obras e pensamentos. Como nos demais posts, no final teremos links para baixar seus livros!!

marcel proust

Marcel Proust nasceu em Auteuil, subúrbio de Paris, em 1871,  em meio aos bombardeios da guerra franco-prussiana. Seu pai, Louis Proust, era um grande cirurgião e professor de medicina agraciado com a Legião da Honra.

Foi um proeminente patologista e epidemiologista, responsável por estudar e tentar remediar as causas e os movimentos da cólera através da Europa e da Ásia. Foi o autor de muitos artigos e livros sobre medicina e higiene., e sua mãe, Jane Weil, era de uma cultivada família burguesa judia parisiense, Ela era culta e bem informada; suas cartas demonstram um senso bem desenvolvido de humor e seu domínio do inglês foi suficiente para lhe fornecer a assistência necessária para as tentativas posteriores de seu filho de traduzir John Ruskin.

Por volta dos nove anos de idade, Proust teve seu primeiro ataque grave de asma e, a partir daí, ele foi considerado uma criança doente. Proust passou longos períodos de férias na aldeia de Illiers. Esta aldeia, juntamente com as lembranças da casa do seu tio-avô em Auteuil, tornaram-se o modelo para a cidade fictícia de Combray, onde algumas das cenas mais importantes de Em Busca do Tempo Perdido têm lugar. (Illiers foi renomeada para Illiers-Combray por ocasião das comemorações do centenário de Proust).

marcel criança

Em 1882, na idade de onze anos, Proust se tornou um aluno do Liceu Condorcet, mas sua educação foi interrompida por causa de sua doença. Apesar disso, ele destacou-se na literatura, recebendo um prêmio em seu último ano. Foi através de seus colegas que ele foi capaz de ganhar acesso a alguns dos salões da alta burguesia, fornecendo-lhe material abundante para Em Busca do Tempo Perdido.

Continuar lendo

DANTE ALIGHIERI

Bom dia!! Hoje apresento-lhes Dante Alighieri, esse escritor espetacular. Vamos conhecer sua vida, obras, baixar seus livros e conhecer seus pensamentos!

dante

Dante Alighieri nasceu em Florença, Itália, provavelmente em maio de 1265. Não há documentos oficiais que comprovem seu nascimento. Como ele afirmava ter vindo à luz com o signo de Gêmeos, supõe-se que ele tenha nascido entre o final do mês de Maio e meio de Junho. Assim, os pesquisadores chegaram a uma data mais provável, a de 29 de maio de 1265.Nasceu numa importante família florentina (cujo apelido era, na realidade, Alaghieri) comprometida politicamente com o partido dos guelfos, uma aliança política envolvida em lutas com outra facção de florentinos: os gibelinos. Os guelfos estavam ainda divididos em “guelfos brancos” e “guelfos negros”.

casa

O seu pai, Alighiero di Bellincione, foi um “guelfo branco’. Não sofreu, porém, qualquer represália após a vitória do partido gibelino na Batalha da Montaperti. Essa consideração por parte dos próprios inimigos denota, com alguma segurança, o prestígio da família.

A mãe de Dante chamava-se Bella Degli Abati, nome algo comentado por significar “a bela dos abades”, ainda que Bella seja uma contração de Gabriella. Morreu quando Dante contava apenas com cinco ou seis anos de idade. Alighiero rapidamente se casou com Lapa di Chiarissimo Cialuffi. (Há alguma controvérsia quanto a esse casamento, propondo alguns autores que os dois se tenham unido sem contrair matrimônio, graças a dificuldades levantadas, na época, ao casamento de viúvos). Dela nasceram o irmão de Dante, Francesco, e Tana (Gaetana), sua irmã.

Continuar lendo

WILLIAN FAULKNER

Bom dia!!! Seguindo nossa maratona dos 10 melhores, apresento-lhes WILLIAM FAULKNER. Vamos conhecer sua trajetória! Segue no final do post, o link para seus livros e poemas !

willian

Nasceu em 25 de setembro de 1897 em New Albany, Mississippi. Faulkner, trinta anos após o sul dos Estados Unidos ter sido derrotado na Guerra da Secessão. Faulkner cresceu em meio a esse ambiente, que se refletiu marcadamente em sua obra. Não tentou escrever nem reproduzir a situação do sul decadente. Ao contrário, procurou refazê-la, reconstruí-la. Através de uma incansável reconstituição de fatos e pessoas, trabalhou em busca das raízes profundas.

Faulkner descendia de antiga e ilustre família sulista à qual pertencem diversos políticos. Seu avô, William C. Falkner (o u foi acrescentado pelo escritor) foi herói da guerra civil, construiu uma linha de estrada de ferro e foi morto depois de sair vencedor de uma eleição local. Ele é retratado pelo autor como o velho Coronel Sartoris do romanceSartoris (1929) e em várias novelas. Também seu avô, banqueiro, e seu pai, comerciante, são transformados em personagens em algumas novelas e em Os Desgarrados.

Continuar lendo

JAMES JOYCE

Bem-vindos viciados em leitura para uma nova biografia. O escritor da vez é James Joyce, vamos conhecer sua vida, obras, pensamentos além de link para baixar seus livros!!! Vamos lá!

james

James Joyce (1882-1941) nasceu em Dublin, na Irlanda, no dia 02 de fevereiro de 1882. Filho de rica família católica recebeu uma rígida formação com padres jesuítas, contra a qual mais tarde se rebelou.

A família de seu pai, originalmente de Fermoy, Condado de Cork, fora proprietária de pequenos negócios na área de sal e limão. Tanto o pai como o avô paterno de Joyce casaram no seio de famílias ricas, embora o suposto ancestral da família, Seán Mór Seoighe (que viveu por volta de 1680) fosse um pedreiro de Connemara. Em 1887, seu pai foi nomeado coletor de impostos pela Dublin Corporation; a família posteriormente mudou-se para a elegante pequena cidade de Bray, localizada a 19 km de Dublin.

de brayCidade de Bray

 Por volta dessa época Joyce foi atacado por um cão, o que gerou nele uma cinofobia ao longo da vida. Também sofria de brontofobia, pois uma tia supersticiosa tinha descrito trovoadas a ele como um sinal da ira de Deus. No ano seguinte, o menino começa sua educação no Clongowes Wood College, um internato no Condado de Kildare.

Continuar lendo

JANE AUSTEN

Vamos conhecer um pouco de Jane Austen, o top 5 dos melhores livros de todos os tempos,  autora de um dos meus livros prediletos “ Orgulho e preconceito”.

Neste post você encontrará: a biografia, pensamentos, link para baixar seus livros e link de filmes!!Vamos lá!

jane austen

Jane Austen nasceu dia 16 de dezembro de 1775, na casa da paróquia se Severton, Hampshire, na Inglaterra. Filha do reverendo George Austen e de Cassandra Austen, foi a segunda mulher dentre sete irmãos.  Quando completou oito anos, foi enviada a um internato – junto de sua irmã Cassandra, sua melhor amiga durante toda a vida – para receber a educação formal.

cidadeCidade  de Bath

Em 1783, Jane e Cassandra foram para a casa da Sra. Cawley, em Southampton, para prosseguir a educação sob sua tutela; porém tiveram que regressar para casa, devido a uma enfermidade infecciosa em Southampton. Entre 1785 e 1786, ambas foram alunas de um internato em Reading, lugar que pode ter inspirado Jane para descrever o internato da Sra. Goddard, que aparece no romance Emma. A educação que Austen recebeu ali foi a única recebida fora do âmbito familiar. Por outro lado, sabe-se que o reverendo Austen tinha uma ampla biblioteca e, segundo ela mesma conta em suas cartas, tanto ela quanto sua família eram “ávidos leitores de romances, e não se envergonhavam disso”. Assim como lia romances de Fielding e de Richardson, lia também Frances Burney. O título de Orgulho e Preconceito, por exemplo, foi retirado de uma frase dessa autora, no romance Cecilia.

emma

Entre 1782 e 1784, os Austen fizeram representações teatrais na reitoria de Steventon, que entre 1787-1788 foram mais elaboradas graças à colaboração de sua prima, Eliza de Feuillide, (a quem dedicou Love and Friendship). Austen escrevia comédias, e seu primeiro livro bem acabado foi Lady Susan, escrito em forma epistolar, quando a autora tinha dezenove anos.

lady.jpg

 Nos anos posteriores a 1787, Jane Austen escreveu, para o divertimento de sua família, Juvenilia, que inclui diversas paródias da literatura da época. Entre 1795 e 1799 começou a redigir as primeiras versões dos romances que se publicariam sob os nomes Razão e Sensibilidade e Orgulho e preconceito  (que antes se intitulavam Elinor and MarianneFirst Impressions, respectivamente), Oferecidos pelo pai da inglesa a um editor, os livros foram rejeitados. A publicação dos títulos ocorreu só em 1811 e 1813, respectivamente, assinados com o codinome de “uma senhora”.

Não há provas de que Jane foi cortejada por ninguém, apesar de um breve amor juvenil com Thomas Lefroy (parente irlandês de uma amiga de Austen), aos 20 anos. Em janeiro do ano seguinte, 1796, escreveu a sua irmã dizendo que tudo havia terminado, pois ele não podia casar por motivos econômicos. Pouco depois, uma tia de Lefroy tentou aproximar Jane do reverendo Samuel Blackall, mas ela não estava interessada.

Continuar lendo

FIÓDOR DOSTOIÉVSK

Bom dia!! Continuando nosso contexto literário, vamos conhecer mais um percursor da literatura mundial, sua história, livros, pensamentos e links para baixar seus livros. Apresento-lhes FIÓDOR DOSTOIÉVSKY!

fiodor

Fiódor Mikhailovitch Dostoiévski nasceu em Moscou em 11 de dezembro de 1821, no hospital onde seu pai, Mikhail Andriéievitch Dostoiévski, clinicava. Mikhail, apesar de imprimir uma disciplina severa à família, incentivava os sete filhos ao amor pela cultura. Em 1837, a mãe de Dostoiévski morreu precocemente de tuberculose. A perda foi um choque para o pai, que acabou mergulhando na depressão e no alcoolismo. Fiódor e seu irmão foram então enviados à Escola de Engenharia, em São Petersburgo.

hospital fiodorhospital

Em 1839, morreu o pai de Dostoiévski. As causas são controversas, e uma das versões é que o pai – que tinha fama de avaro e de violento – foi assassinado pelos servos enfurecidos com os maus tratos. Dostoiévski culpou-se durante toda a vida pelo fato de, em várias ocasiões, ter desejado a morte do pai. Essa questão da culpa, que acabou transparecendo em sua obra, foi estudada por Sigmund Freud no famoso artigo “Dostoiévski e o parricídio”, de 1928.

Em 1843, concluiu os estudos de Engenharia e obteve o grau militar de subtenente. Durante esses anos, dedicou-se à tradução, incluindo a obra de Balzac, um autor que ele admirava.

fiodor engenheiroFiódor (engenheiro)

Em 1844, Honoré de Balzac visitou São Petersburgo, e Dostoiévski, como uma forma de admiração, fez sua primeira tradução, Eugênia Grandet, e saldou uma dívida de 300 rublos com um agiota. Esta tradução despertou sua vocação, levando-o pouco tempo depois a abandonar o exército para dedicar-se exclusivamente à literatura. Trabalhou como desenhista técnico no Ministério da Guerra, em São Petersburgo. Fez traduções de Balzac e George Sand.

Dedicou-se à escrita de corpo e alma. Nesse mesmo ano, deixou o exército e começou a escrever sua primeira obra, o romance epistolar Gente Pobre, trabalho que iria fornecer-lhe êxitos da crítica literária, cuja leitura de Bielinski, o mais influente crítico da literatura russa, o fez acreditar ser Dostoiévski “a mais nova revelação do cenário literário do pais.”  Essa obra recebeu uma crítica positiva no seu lançamento. Foi nesta época que contraiu dívidas e sofreu o primeiro ataque epilético. À primeira obra, seguiram-se Niétotchka Niezvânova (escrito entre 1846 e 1849), Noites brancas (1848), entre outras, que não tiveram a mesma acolhida da crítica.

Continuar lendo

GEORGE ORWELL

Bom dia!! Hoje falaremos sobre George Orwell, grande escritor e autor de obras magníficas! No final desse post, fornecerei links para filmes, resenhas e livros do autor!

gerog2

George Orwell, pseudônimo de Eric Arthur Blair, nasceu em 1903, em Bengala (Índia). Filho de uma mãe de ascendência francesa e de um oficial da marinha britânica que trabalhava no departamento de controle de ópio, Eric cursou a prestigiada Academia de Eton onde se destacava como bom aluno.

De 1917 a 1921, estuda no Eton College, uma das mais tradicionais escolas inglesas, onde tem aulas com o escritor Aldous Huxley. Em 1922, recusa uma bolsa para a universidade e volta à Índia para trabalhar na polícia imperial. 

Eric deixou Eton aos dezoito anos para servir na Polícia Imperial Indiana, na Birmânia em 1922. Porém este período serviu apenas para aguçar seu sentimento de inconformismo com qualquer tipo de totalitarismo e, principalmente, a política imperialista britânica, sobre a qual escreveu depois de desertar em 1927: “Servi na polícia das Índias durante cinco anos, ao longo dos quais passei a odiar o imperialismo, que eu próprio servia, com uma força que ainda hoje eu não sei explicar.”. Seu período na polícia imperial virou um livro intitulado “Dias na Birmânia”, escrito na Birmânia, porém publicado apenas em 1934 e no qual ele relata suas experiências.

dias

Retorna à Inglaterra em 1928, decidido a não mais colaborar com a política da qual discordava e isso incluiu abandonar totalmente o modelo de vida aristocrática da qual fez parte, chegando até a mudar de nome adotando o pseudônimo de George Orwell. Vivendo na pobreza – chega mesmo à mendicância -, vaga por Londres e Paris até meados de 1930. Em 1933, publica seu primeiro livro, Na Pior em Paris e Londres. 

na pior

Continuar lendo

MIGUEL DE CERVANTES

Bom dia pessoal, seguindo nosso cronograma, hoje irei falar sobre Miguel de Cervantes, autor de uma das grandes obras da literatura “DOM QUIXOTE”.

Miguel

O maior romancista, dramaturgo e poeta da língua espanhola, Miguel de Cervantes Saavedra, supostamente nasceu no dia 29 de setembro de 1547 – na época era costume dar à criança o nome do santo comemorado na data do seu nascimento, e este coincidiu com as comemorações de San Miguel -, no município de Alcalá de Henares.

igreja

Miguel de Cervantes foi batizado em Castela no dia 9 de outubro de 1547 na paróquia de Santa María la Mayor. Filho de um médico cirurgião, Rodrigo, e de Leonor de Cortinas, tinha seis irmãos. Em 1563, a família muda-se para Sevilha, onde estuda gramática e latim, com padres jesuítas. Ele cresce na cidade de Valladolid e realiza os estudos em Madri e Sevilha, embora não os complete. O trabalho do pai, que o obrigava a viajar constantemente, o leva a escolher a carreira no exército.

Como pajem a serviço de Felipe II, foi para Roma. A viagem serviu para fortalecer seu talento, diante das grandes obras do renascimento. Em 1571, em Messina, como soldado, junto com seu irmão Rodrigo, sob o comando de João da Áustria, participou da Armada dos Cristãos, preparada para barrar o avanço dos turcos nas águas do Lepanto. Serviu ainda na companhia do capitão Manuel Ponce de Leon, e depois sob o comando de Dom Lope de Figueroa, em viagens que o levou a conhecer toda a Itália.

Miguel de Cervantes, em 1575, no regresso para a Espanha, é preso por piratas argelinos e passa cinco anos em Argel. Em 1580 é resgatado por sua família e por padres trinitários. Passa mais quatro anos como soldado, conhece Portugal e em 1584 volta para a Espanha. Em Madrid edita em 1585, sua primeira novela “La Galatea”. Mantem contato com Luís de Gongora e com Lope de Vega, importantes literatos da época. Escreve os poemas dramáticos “Los Tratos de Argel” e “La Mumancia”.

Continuar lendo

LIEV TOSTÓI

Olá pessoal!! Nesses 10 próximos posts falarei sobre cada um dos autores dos 10 melhores livros de todos os tempos publicado neste blog. É fascinante conhecer cada autor e cada detalhe da sua trajetória. Espero que gostem! Apresento-lhes LIEV TOLSTÓI.

liev1

Lev Nikolayevich Tolstoi, mais conhecido em português como Leon, Leo ou Liev Tolstoi nasceu numa família nobre, em Yasnaia Poliana, na Rússia, em 9 de setembro de 1828, Leon Tolstoi ficou órfão aos nove anos e foi educado por preceptores.  Tolstói pregou uma vida simples, pacifista; era um homem da natureza. Nascido de uma família nobre, se voltou contra o governo e a igreja. Posicionou-se a favor da paz, da educação popular dos camponeses e classes mais pobres, em oposição aos valores das classes privilegiadas.

tolstoi3

Em 1843, iniciou o curso de letras e direito na Universidade de Kazan. Depois de formado, passou um período em Moscou e logo se alistou na guarnição do Cáucaso, seguindo seu irmão Nicolenka, oficial do exército russo.

No Cáucaso, escreveu o livro “Infância” e a primeira parte de “Memórias”. “Infância” foi publicado em 1852 e alcançou grande êxito. Depois de nomeado suboficial, em 1854, Tolstoi voltou brevemente a sua terra natal, mas retornou à vida militar, participando da Guerra da Crimeia.

Continuar lendo